Cotidiano

Pacote

Posted on: novembro 16, 2006

Essa foi uma noite bem bizarra. Se não bastasse um sonho bizarro por noite, dessa vez foram vários, seguidos, muito rápidos, acordei cansada de tanto sonhar coisas estranhas.

Política Estética

Estava em Santos, onde ia para uma faculdade com a minha irmã. Ia assistir uma aula do curso que ela estava fazendo: política estética. Tudo bem que a Hermana é uma material girl, mas não chegaria a ponto de se profissionalizar. Algumas amigas dela estavam junto e a professora que estava dando a aula era a Joelma – eu mal a conheci – que deu aula para a minha irmã no ginásio.

A Hermana estava triste porque tinha terminado com o namorado. O nome dele era Fernando (eu acho) e ela contava que estava com ele há quatro meses.

No mundo real, Hermana namora Fábio. Eu, confusa (no sonho), perguntei:
– Mas…e o Fábio?
E ela respondeu:
– Nãããão. O Fábio é só fachada.

Aí que minha cabeça deu nó mesmo. Por que ela namoraria alguém “de fachada”? Seria ele gay e ela estaria o ajudando a fazer uma média com a família? Quando fui perguntar, o sonho acabou.

Dois filhos de Robertha

O segundo sonho envolvia meu ex. Estávamos dentro de um carro, ele dirigindo. Estávamos no centro de Santos, na XV de novembro (nunca fui lá acordada), onde encontraríamos uns amigos dele que há muito ele não via.

Desci do carro, olhei para baixo e vi uma barriga grande, bem redondinha: estava grávida.

Encontramos os amigos dele. Eram dois – um eu não via (não olhei na direção dele) e acho que o outro era o Sérgio, amigo do Roberto (o ex) que eu só conheço por foto (sonhar com pessoas que só conhecemos por foto é algo bem bizarro). O Roberto contava pro amigo que aquele (na minha barriga) era o nosso segundo filho e que intuíamos que seria uma menina, dessa vez. Ao longo do sonho eu olhava bastante para a barriga. Era tão bonita. E eu estava surpresa com a aquela situação toda: eu, casada, mãe de um menino e grávida de, talvez, uma menina. Era como se eu estivesse tendo conhecimento de tudo naquele momento.

Aí o Roberto começou a falar do casamento anterior, que não tinha dado certo e ele começou a falar de um jeito cada vez mais estranho, gesticulando exageradamente, falando uma língua estranha, que eu entendia (?), a voz esganiçada, o pescoço girando, olhos arregalados…Fim.

Conexão Insegura

Tinha tirado umas fotos de lingerie branca, rendada (que eu destesto). Não era tão sexies, mas eram meio ridículas.

Acessei a pasta com essas fotos através do computador do Renan (meu amigo da faculdade). No sonho era possível acessar os dados do seu computador de qualquer lugar, era só digitar login e senha. Mas esse sistema podia causar uma mega exposição dos seus dados, claro. Com isso, o Renan acessou as minhas fotos ridículas e publicou-as na internet, cada uma com uma legenda fazendo algum comentário, ridicularizando.

No mundo real o Renan é um menino bonzinho. Ele não faria isso.

Outros

Houve mais outros dois sonhos, mas não me lembro sobre o que eram.

Depois dessa seqüência de sonhos esquisitos fiquei, seriamente, questionando a minha sanidade mental. Os sonhos não eram tão absurdos assim, mas a seqüência rápida deles indicam uma atividade cerebral bem acelerada…Bizarro.

Anúncios

1 Response to "Pacote"

também já tive umas noites com sonhos completamente absurdos e desconexos entre si. em geral não lembro sobre o que foi o sonho, mas era mais comum na época do colégio, hoje em dia são raros. depois vou ver se lembro de algum e conto lá no blog!
mas eu acho que no seu caso não deve ser distúrbio nenhum, apenas muita coisa na caxola da cabeça! 😉 isso passa, cedo ou tarde, ok? beijos!
=***

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Enquanto isso no Twitter…

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

del.icio.us

%d blogueiros gostam disto: